cerrar
cerrar

caf.com / notícias / azuero terá um plano mestre de revitalização e investimento no setor agropecuário

notícias

TwitterFacebookGoogle plusLinkedInYoutubeRSSSuscribe
02 de fevereiro de 2018Azuero terá um Plano Mestre de revitalização e investimento no setor agropecuário
2img - Azuero terá um Plano Mestre de revitalização e investimento no setor agropecuário
2img - Azuero terá um Plano Mestre de revitalização e investimento no setor agropecuário

O CAF e o IICA assinaram um convênio que tem entre seus objetivos identificar e analisar as apostas tecnológicas e o custo-benefício das inovações nas cadeias de valor para impulsionar o setor produtivo da Península de Azuero.

comparteimg - Twitterimg - Facebookimg - GooglePlusimg - LinkedInimg - Whatsapp

A elaboração de um mapa de rota que lance as bases para a implementação e o desenvolvimento de ações concretas que contribuam para reposicionar a agricultura e aumentar a competitividade do setor e os rendimentos dos produtores da Península de Azuero é o objetivo principal pelo qual o CAF -banco de desenvolvimento da América Latina- concedeu uma cooperação técnica não reembolsável ao Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA).

Trata-se de um projeto gerado em consenso com os produtores da região, apoiado pela Fundação Azuero e pelo Centro para a Competitividade da região de Azuero e conduzido pela Associação Panamenha de Executivos Empresariais (APEDE) sob a execução do IICA, organismo com o qual o CAF assinou o convênio hoje, na cidade do Panamá. A cerimônia de assinatura foi comandada por Gerardo Escudero, representante do IICA no Panamá, e Susana Pinilla, diretora representante do CAF na nação ístmica.

Pinilla explicou que este projeto tem três objetivos específicos: "Primeiro, elaborar a caracterização agrossocieconômica do território de Azuero e as apostas tecnológicas, com o custo-benefício das inovações (tecnológicas e organizacionais) nas cadeias de valor. Segundo, analisar, projetar e promover a implementação de políticas públicas de investimento nessas cadeias de valor e no conjunto de serviços locais que permitam a competitividade territorial, com participação ativa do setor privado local, nacional e internacional. Terceiro, fortalecer as capacidades dos produtores das cadeias priorizadas na revitalização do setor agrícola, na competitividade das cadeias de valor e na liderança do setor privado local para construir o desenvolvimento sustentável do seu potencial agropecuário".

Ela também explicou que o mapa de rota para recuperação e investimento no setor agrícola de Azuero" é uma ação importante que faz parte da estratégia de país implementada pelo CAF, como pilar da agroindústria regional e de fortalecimento das capacidades competitivas territoriais, destacando as riquezas das regiões e sua população no processo de descentralização. Neste contexto, apoiamos fortemente a parceria público-privada da península e promovemos a formação do Centro para a Competitividade da Região de Azuero (CECOMRA)".

Por sua parte, Escudero acrescentou: "Essa é a segunda assinatura que apomos na parceria CAF - IICA para continuar promovendo políticas públicas que fortaleçam a competitividade e a produtividade do setor agropecuário panamenho, nesse caso, a Península de Azuero que cobre as províncias de Los Santos, Herrera e a região sudeste de Veraguas. "Esse tipo de acordo vai muito mais além de consultorias, estudos e diagnósticos, está voltado para a implementação de processos separados de investimento público e privado para impulsionar o setor agropecuário dessa nação".

TwitterFacebookGoogle plusLinkedInYoutubeRSSSuscribe