cerrar
cerrar

caf.com / notícias / apoio à energia renovável na argentina

notícias

TwitterFacebookGoogle plusLinkedInYoutubeRSSSuscribe
16 de janeiro de 2019Apoio à energia renovável na Argentina
2img - Apoio à energia renovável na Argentina
2img - Apoio à energia renovável na Argentina
2img - Apoio à energia renovável na Argentina
2img - Apoio à energia renovável na Argentina

O CAF financia dois projetos estratégicos que adicionarão 80,55 MW de capacidade instalada de energia eólica no sistema elétrico da Argentina.

comparteimg - Twitterimg - Facebookimg - GooglePlusimg - LinkedInimg - Whatsapp

Com o objetivo de contribuir para a diversificação de uma matriz energética mais limpa em toda a região, o CAF -banco de desenvolvimento da América Latina- financia os parques eólicos Chubut Norte e Villalonga, do patrocinador Genneia. Esses projetos adicionarão 80,55 MW de capacidade instalada ao sistema elétrico argentino.

Os parques eólicos fazem parte do plano RenovAr, uma das iniciativas mais importantes no âmbito da geração elétrica promovidas pelo governo do presidente da Argentina, Mauricio Macri, desde que assumiu o cargo. O plano RenovAr tem o objetivo de promover a utilização de energias renováveis, buscando diversificar a matriz com o uso de fontes mais limpas, e reduzindo o déficit de energia elétrica, que já gerou à Argentina um custo de cerca de 3% do PIB em importação de energia elétrica. É importante salientar que, desde 2016, este plano já gerou mais de 9 mil empregos em 94 projetos.

Desde 2016 RenovAr ha generado más de 9 mil puestos de trabajo en los 94 proyectos adjudicados #Argentina
img - Twitterimg - Facebookimg - GooglePlusimg - LinkedIn

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, inaugurou o projeto Chubut Norte, localizado em Puerto Madryn, a noroeste da província de Chubut. Na visita inaugural às instalações, também estiveram presentes o governador de Chubut, Mariano Arcioni, o secretário-geral da Presidência, Fernando de Andreis, o embaixador do Reino dos Países Baixos, Roel Nieuwenkamp, o secretário de Governo do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Sergio Bergman, e outras referências da política nacional e provincial. Augusto Buda, executivo sênior do Setor Privado, representou o CAF no evento.

O CAF desempenhou um papel importante na transação como co-organizador, juntamente com o SMBC, FMO e EKF do Project Finance, que soma um investimento total de US$ 131 milhões. A participação do CAF no financiamento foi de US$ 26, 5 milhões, com um prazo de 15 anos.

Por meio do financiamento dos parques eólicos Chubut Norte e Villalonga, o CAF confirma seu apoio ao desenvolvimento econômico dos países da região e sua confiança em projetos de energia renovável não convencional, gerando um impacto positivo inquestionável no meio ambiente, ao reduzir a dependência de combustíveis fósseis.

TwitterFacebookGoogle plusLinkedInYoutubeRSSSuscribe