cerrar
cerrar

caf.com / notícias / 10 intervenções de sucesso em cidades da américa latina que poderiam ser reproduzidas

notícias

TwitterFacebookGoogle plusLinkedInYoutubeRSSSuscribe
17 de outubro de 201610 intervenções de sucesso em cidades da América Latina que poderiam ser reproduzidas
1img - 10 intervenções de sucesso em cidades da América Latina  que poderiam ser reproduzidas

Com o intercâmbio de experiências entre prefeitos e o acompanhamento do CAF -Banco de Desenvolvimento da América Latina- através do Programa Cidades com Futuro, realizaram-se intervenções urbanas a partir das características e necessidades da região, as quais buscam gerar soluções integrais para promover a inclusão social e a produtividade nas cidades

comparteimg - Twitterimg - Facebookimg - GooglePlusimg - LinkedInimg - Whatsapp

Uma rede especialistas formada por membros do mundo acadêmico, centros de pensamento, um conselho consultivo de ex-prefeitos e autoridades de amplo reconhecimento internacional são parte fundamental do ecossistema que alimenta o Programa Cidades com Futuro do CAF -Banco de Desenvolvimento da América Latina-, o qual tem como objetivo facilitar o conhecimento das melhores práticas na região para criar cidades cada vez mais inclusivas, conectadas e integradas espacial, econômica e socialmente, com acesso universal aos serviços básicos, oportunidades de formação e ambientalmente responsáveis.

Devido ao acelerado processo de urbanização pelo qual a América Latina passou, nas cidades se produz cerca de 65% do Produto Interno Bruto (PIB) regional e quase 80% da população reside nelas. É por esta razão que se torna prioritário prosseguir com intervenções que não sejam somente eficazes, mas que também exijam uma política integral e territorial que permita a transição para um desenvolvimento sustentável.

"O CAF tem um profundo conhecimento das cidades da região e das suas necessidades; é por isso que proporciona acompanhamento técnico e financeiro para projetos prioritários nos planos de desenvolvimento dos governos", disse José Carrera, vice-presidente de Desenvolvimento Social do CAF, antes de participar na Conferência Habitat III, que ocorre de 17 a 20 de outubro em Quito. "As intervenções vão de baixo para cima, mas sempre com uma liderança clara das autoridades e das suas equipes de gerenciamento".

Algumas das intervenções mais bem-sucedidas na América Latina que serão apresentadas neste encontro são:

1. Água e saneamento na Cidade do Panamá (Panamá):

É o principal projeto de investimento em saneamento ambiental que está sendo executado no país. Seu objetivo é melhorar a saúde pública e a qualidade de vida da população, através de duas estratégias: diminuir a poluição dos canais e rios urbanos na Cidade do Panamá e nas cidades de Arraiján e La Chorrera, através da ampliação e construção de um sistema de esgoto sanitário; e recuperar ambientalmente a Baía do Panamá, por meio da construção e operação de toda a infraestrutura de saneamento nas áreas mencionadas. Esta iniciativa, acompanhada pelo CAF e na qual já se investiu mais de USD 400 milhões, traz benefícios para mais de 400.000 pessoas que agora recebem água tratada.

2. Desenvolvimento, regeneração urbana e habitação em Guayaquil (Equador):

As iniciativas para normalizar a posse da terra e realocar as famílias que residem em áreas de risco estão relacionadas com a recuperação dos pântanos na cidade. As margens ribeirinhas com assentamentos receberam intervenção com a criação de corredores de espaço público para conter a expansão e os projetos de esgoto a fim de aliviar a contaminação da água com as águas servidas. Além disso, construíram-se escolas para a primeira infância, centros de atendimento médico, espaços recreativos e públicos, incluindo parques aquáticos e áreas esportivas. Investiu-se ao todo USD 504 milhões no projeto.

3. Transporte e conectividade em Lima (Peru):

Com 10 milhões de habitantes, a cidade de Lima registra uma das taxas mais altas de motorização na América Latina, o que gera um forte impacto ambiental e um problema de mobilidade urbana. O Metrô de Lima, projeto para o qual o CAF contribuiu USD 600 milhões, começou suas operações em 2012 e oferece uma solução para estes desafios. Dia após dia, 315.000 residentes de Lima transitam pelas suas 26 estações de forma rápida, eficiente e segura. A Linha 1 do Metrô faz parte de um sistema de trens urbanos que o Governo do Peru está desenvolvendo. Sua extensão é de aproximadamente 34,5 quilômetros e tem capacidade para atender a mais de 4 milhões de pessoas.

4. Resiliência em Manaus (Brasil):

O Programa Socioambiental dos Igarapés de Manaus tem como objetivo promover o crescimento sustentado, com estabilidade e sustentabilidade ambiental para reduzir a pobreza, apoiar a inclusão social e garantir uma maior igualdade social e regional. O projeto, para o qual o CAF contribuiu USD 52,5 milhões, busca melhorar as condições de vida de uma grande parte da população da cidade, integrando medidas de combate à pobreza urbana e melhorias da habitabilidade, qualidade ambiental e fortalecimento das instituições do Estado do Amazonas.

5. Educação e formação de competências em Buenos Aires (Argentina):

Os Programas de Infraestrutura Universitária I, IIA e IIB, para os quais o CAF investiu USD 185 milhões, têm como objetivo aumentar o acesso ao ensino superior, ampliando a infraestrutura universitária e melhorando o uso do espaço; aprimorar a qualidade do ensino através de equipamentos para laboratórios, bibliotecas, centros de pesquisa e outras instalações destinadas a esse fim; fortalecer o funcionamento e os serviços que as universidades prestam; aperfeiçoando as instalações administrativas, os serviços comerciais; e melhorando o uso da infraestrutura através de um funcionamento adequado dos seus equipamentos. No total, há oito obras em diversas etapas na cidade, todas elas para a Universidade de Buenos Aires, em suas diferentes faculdades e no edifício central.

6. Igualdade de gênero em Quito (Equador):

A inclusão de uma perspectiva de gênero no planejamento do sistema de transporte público é fundamental para ampliar as oportunidades econômicas das mulheres e, com isso, a inclusão social. O CAF e a Fundação FIA iniciaram um estudo sobre transporte, mobilidade e gênero para reunir dados sobre o uso e a segurança pessoal das mulheres no transporte público nas cidades de Quito, Santiago do Chile e Buenos Aires. O estudo permitirá ampliar o conhecimento, construir uma base sólida sobre a situação atual e proporcionar ferramentas que possam ser usadas pelas agências de desenvolvimento e financiamento para ajudar a melhorar o planejamento do transporte público, levando em conta a perspectiva de gênero.

7. Produtividade e inovação tecnológica em Medellín (Colômbia):

O Programa Regional de Apoio à Inovação Empresarial tem como objetivo fortalecer as capacidades de empresas inovadoras, centros de pesquisa e ecossistemas de inovação para incentivar a produtividade regional. O CAF realizou um exercício que buscou alinhar os intervenientes do sistema de inovação em torno de uma agenda comum. Participaram representantes do setor privado e do governo, assim como agentes de conhecimento (universidades e centros de pesquisa). Em quatro oficinas, os projetos específicos com base nas necessidades das empresas foram detalhados. O projeto conseguiu desenvolver 50 iniciativas concretas.

8. Espaço público e coesão social em Fortaleza (Brasil):

Para melhorar a coleta de resíduos, solucionar os problemas de sedimentação e poluição registrados em algumas lagoas da cidade e, posteriormente, construir novas residências, áreas esportivas e de lazer, elaborou-se um sistema chamado Ecopontos, que pertence ao Programa de Coleta Seletiva de Fortaleza. Também foram plantadas 3.000 mudas de árvores. Esta iniciativa, para a qual o CAF contribuiu USD 240 milhões, é o resultado de longas discussões que contaram com a participação ativa da sociedade civil.

9. Segurança Cidadã em Bogotá (Colômbia):

Através de uma intervenção integral, promove-se o controle social dos residentes. Uma equipe municipal é responsável pela reparação da iluminação pública, poda de árvores, limpeza de pichações e coleta de lixo. Por outro lado, amplia-se a presença da polícia nos pontos onde usualmente se registra a maioria dos crimes. Isto representa um grande esforço para medir rigorosamente o impacto da intervenção sobre a criminalidade. A iniciativa é realizada em duas etapas: a primeira é uma visita de diagnóstico na qual se identificam as atividades necessárias para cada ponto, enquanto que a segunda consiste na intervenção real que é programada e organizada pela Prefeitura de Bogotá.

10. Pegada de carbono em La Paz (Bolívia):

O Projeto Pegada Cidades do CAF, CDKN (Aliança Clima e Desenvolvimento) e Fundação Futuro Latino-americano tem como principais objetivos calcular a pegada de carbono e hídrica dos governos municipais e das cidades da América Latina, definir planos de ação para a redução das pegadas, desenvolver projetos-piloto e incluir a população e o setor privado nesses processos. A implantação desta cooperação técnica em La Paz contribui para a identificação de medidas de mitigação às mudanças climáticas e aumento da resiliência e da sua área de influência.

Estes são alguns dos temas que serão aprofundados no âmbito da Conferência das Nações Unidas sobre Habitação e Desenvolvimento Urbano Sustentável (Habitat III), que ocorre em Quito, Equador, de 17 a 20 de outubro, e que vai projetar o futuro das cidades durante os próximos 20 anos.

A inclusão social e a transformação produtiva como eixos transversais e fundamentais no planejamento e integração do território são algumas das prioridades do CAF e serão abordadas através de iniciativas como o Programa Cidades com Futuro e as políticas pró-inclusão.

TwitterFacebookGoogle plusLinkedInYoutubeRSSSuscribe