cerrar
cerrar

caf.com / notícias / caf e prefeitura de são bernardo do campo assinam contrato de empréstimo de usd 125 milhões

notícias

TwitterFacebookGoogle plusLinkedInYoutubeRSSSuscribe
05 de outubro de 2017CAF e prefeitura de São Bernardo do campo assinam contrato de empréstimo de USD 125 milhões

Financiamento garantirá a construção de dois reservatórios de contenção de chuvas e uma série de obras viárias para a melhoria da mobilidade  

comparteimg - Twitterimg - Facebookimg - GooglePlusimg - LinkedInimg - Whatsapp

Foi assinado hoje, em Brasília, o contrato de empréstimo entre a prefeitura de São Bernardo do Campo e o CAF -Banco de Desenvolvimento da América Latina, no valor de US$ 125 milhões. Os recursos serão utilizados em um programa, de US$ 250 milhões, que tem como objetivo promover o desenvolvimento e integração econômica e social do município, mediante implementação de obras viárias, de mobilidade urbana e de drenagem.

Estiveram presentes ao evento de assinatura o Executivo-senior do CAF, José Rafael Neto – representando o Diretor-representante, Victor Rico, o Prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando Júnior, o Secretário de Finanças, José Gavinelli e o Secretário de Transportes, Delson José Amador, além da Procuradora da Fazenda, Ana Lúcia de Oliveira Gatto.

Para José Rafael Neto, o projeto é de extrema importância porque o povo de São Bernardo enfrenta problemas diretos que serão resolvidos pelas iniciativas. “São obras que atingem a todos os moradores direta e indiretamente e cumprem a nossa missão do CAF, de fomentar o desenvolvimento e melhorar a qualidade de vida”. Segundo ele, vários municípios da região metropolitana de São Paulo, já procuraram o CAF para buscar operações, inspirados pelo processo de busca de empréstimo de São Bernardo.

O prefeito Orlando Morando Júnior agradeceu ao CAF e à Procuradoria da Fazenda pela agilidade na aprovação e negociação da operação. Segundo ele, as obras já foram iniciadas com recursos próprios e serão todas auditadas e acompanhadas pelo IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas. “Em nome da população, posso dizer que estamos muito felizes porque, com recursos próprios, não teríamos como realizar as obras num prazo que efetivamente aprimorasse as condições da cidade em um tempo hábil”, completou.

Principais componentes

O financiamento consiste, prioritariamente, na execução de um conjunto de obras viárias e de drenagem urbana. Entre os destaques relativos à mobilidade, estão a implementação do Corredor Leste – Oeste, com extensão de aproximadamente 12 km, com estações para embarque e desembarque de passageiros, terminal, estações de conexão, calçadas, ciclovias, ciclofaixas, sinalização, paisagismo e arborizações, observando a acessibilidade universal. Serão ainda construídos viadutos e estações de conexão e terminal de ônibus.

Para complementar as ações do Programa Drenar, já em fase de implantação pela prefeitura de São Bernardo do Campo, serão financiados dois reservatórios de contenção de cheias, com capacidade de armazenamento de 20 mil m3  e 190 mil m3. Todas as obras contarão com ações ambientais de adaptação e mitigação de mudanças climáticas e mitigação e/ou compensação ambiental, realizadas em conformidade com os pontos previstos nas licenças ambientais. 

TwitterFacebookGoogle plusLinkedInYoutubeRSSSuscribe